quinta-feira, 26 de março de 2015

 Spot é um fonograma utilizado como peça publicitária em rádio e jingle é a mensagem publicitária musicada e elaborada com um refrão simples.

Radio antigo valvulado, Caixa de ferro da Decada de 40

quinta-feira, 19 de março de 2015

Releitura Cerveja Supimpa da Brahma

Leite Condensado Moça - 1921



Leite Moça a primeira e mais tradicional marca de leite condensado do Brasil , em 1921 foi o primeiro produto da Nestlé produzido , sendo assim a marca escolheu a imagem de uma moça para causar uma alusão direta a estampa do rótulo.


Releitura dessa propaganda da Coca cola  de 1930



                                                Nome do produto : NIVEA Creme
                                                 Ano de lançamento :1911
                                                Criador: Dr.Oscar Troplowitz
                                                Função do produto; Produto de água- óleo que surgiu como creme para a melhoria da pele. 

Década de 1930

Propaganda Marlboro de 1935


Iremos fazer a releitura da propaganda do Marlboro de 1930. onde usa-se a ''garota propaganda'' com centro principal na época. 

Década de 1900 

Vinho Caramurú do Dr. Assis

O vinho Caramurú apresenta logo de inicio uma mensagem ''bíblica'', indicando que a sua recomendação era para os que estavam na ''melhor idade'', principalmente, para a restaurar a saúde e o vigor sexual.  


Cerveja Antarctica- 1910

Como toda típica cerveja do tipo pilsen, ANTARCTICA é clara e tem baixa fermentação. Tem aroma, sabor e amargor suaves. 

quinta-feira, 12 de março de 2015

Anúncios de 1910



Xarope Divino

Um dos xaropes mais utilizados em 1910, cura tosses rebeldes, resfriados e age contra constipações, bronquites, catarro e asma. Aprovado pela Diretoria Geral da Saúde Pública.
Proprietários: CINTRA, BARROS & Cia. S.Paulo.



Lâmina de barbear Gillete, uma lâmina prática, de cor prateada, vendida à 3 réis para os cidadãos que gostariam de ter barbas sempre bem feitas. Era super popular nessa época e ainda hoje existe para ser vendido.
Proprietário: Casa Hermanny




 Remédio criado em 1910 e ele ajuda no combate.  nas doenças como asmas e bronquite entre outros era bem procurado nas farmácias da época.




A Pássaro Marron é uma das mais bem sucedidas prestadoras de serviço de transporte municipal, intermunicipal e interestadual de passageiros e cargas do Brasil. Foi fundada em 1935 com o objetivo de ligar a cidade de São Paulo a Mogi das Cruzes, Guararema, São José dos Campos, Jacareí, Taubaté e Aparecida. Com o crescimento natural das cidades e o desenvolvimento do país, a empresa viu também aumentar sua frota e área de abrangência, incluindo a cidade do Rio de Janeiro. Assim, foi a primeira empresa de ônibus a realizar, em 1939, a ligação por ônibus entre São Paulo e Rio de Janeiro, com horários regulares e cujo trajeto era feito pela antiga estrada Rio -São Paulo, em terra. 
MAPPIN STORES

Fundada em 86 que atuou em São Paulo e foi uma das pioneiras dos mercados varejista,
Encerrou suas atividades em 1999, depois de ter sido mal administrada por RICARDO NASUR.
Nappin tinha como jingle: ''Nappin venha correndo, Nappin, chegou a hora, Nappin é a liquidação ''


Anuncio Ford 1910

O Anuncio da ford de 1910 com a ilustração do lançamento do ford com 4 cylindros, alvo era os homens e mulheres ricos  e ricas daquela época.

Coca-Cola 1936


Campanha de aniversário da Coca-Cola 50 anos!
Uma empresa que simplesmente não precisa de slogan e possuí uma logomarca moderna a mais de 100 anos deve mesmo ser respeitada na área Publicitaria.
A Kodak, desde 1892 ajuda a registrar grandes momentos. A cada clique, uma emoção no papel. Resgatamos um histórico anúncio de 1908, com todos os aspectos da época: um casal bem trajado em seu passeio de barco.

CERVEJA ANTARCTICA - 1910

Essa é a cassica cerveja dos dias de hoje representada nos anos  de 1910, na época era comum usar ilustrações de bebes e crianças nas propagandas de cerveja. Para passar ingenuidade  para convencer as pessoas a comprarem os produtos. 

Dentaduras sem dores (1878)

Este anúncio foi postado no jornal 'O Estado de São Paulo" no dia 10 de novembro de 1878. Ele oferecia tratamento de saúde na área odontológica na residencia do próprio anunciante, através de um novo método o Dr. Palhar colocava dentaduras, dentes de ouro ou marfim, realizava extração sem dor e também possuía um remédio para dor com ação rápida.

Barbearia bom futuro ( 1905 )


sangria é um método terapêutico onde se retira parte do sangue do paciente com o intuito de curar ou aliviar alguma doença. Têm-se registros da aplicação desse método desde 2.000 a.C.
Consulta a um estudioso da história da medicina, cabe simples explicação: o mesmo que sanguessugas, que eram usadas em sangrias terapêuticas. 


Creme Nívea 

O anúncio do ano de 1910, tinha como objetivo promover a venda de cremes 
hidratantes de pele para mulheres da época, que tinha o habito de tomar
banho de mar, nele a Nívea monstra como utilizar o produto mostrando o seu benefício a pele, e também seu local de comercialização da época.



Galinhas  Plymounth

17/02/1890

O anúncio se destaca pelo fato de que na época estarem anunciando galinhas pelo jornal, onde mostra-se todas as possíveis ''qualidades'' que elas apresentavam, tais como a ''beleza'', o tamanho, o peso e a fecundidade.
                                         


Anuncio Pomada Onken de 1909.

Viação Rio Grande

VIAÇÃO DO RIO GRANDE - 1808
A Viação Rio Grande foi fundada há 46 anos pelo Sr. Nilson Barroso, com sede na Rua 24 com a Avenida 13.  Ele instalou-se em Barretos com o objetivo de obter uma concessão para o transporte de passageiros, de Barretos à Frutal e outras cidades mineiras. No início das atividades, a Empresa contava com duas jardineiras e um ônibus – 3 motoristas, 3 cobradores e 1 mecânico.
Atualmente, mantém uma frota com ônibus modernos e confortáveis, que atuam na área de turismo nacional, internacional, Empresas Particulares, Fretamento Escolar, Excursões e linhas de ônibus Interestaduais. 
A Viação Rio Grande faz parte da história e do crescimento da cidade de Barretos. Conquistou a confiança dos seus clientes e se tornou um exemplo de expansão e amadurecimento profissional.


1900-05-27-Revista-da-Semana-RJ---Mappin-Stores-G.jpg

Anúncio da loja Mappin na Revista da Semana, de 1910

Coca Cola 1900

Campanhas da Coca-cola. Algumas delas datam de antes do ano de 1900.
 Podemos notar que grande parte deles usam como foco lindas mulheres e com o apelo de que o refrigerante é refrescante.
Algumas ilustrações são ricas de detalhes, sombreamento, efeitos de iluminação que se transformam em verdadeiras obras de arte.


Impresso da Coca-Cola 1894

Impresso de 1894 - do jornal da cidade de Woonsocket, Pensilvânia - "traga seu ticket de Coca-Cola", para tomar um copo grátis, afirmando que é a melhor e mais pura da cidadezinha.


Com todos seus comercias exorbitantes, felizes, e refrescantes a Coca-Cola foi criando seu espaço até que conquistou o mundo inteiro, influenciando as pessoas de diversas nações. Já é disperso imaginar que um refrigerante possa causar grande impacto cultural, mas em meio a tantos a Coca-Cola se destacou e foi muito além. Posso caracterizar que a coca-cola  está dentro do imperialismo cultural, Ela está presente  no nosso dia dia, seja Num almoço, lanche ou jantar seja em uma festa ou até mesmo no trabalho, e é um costume que a coca-cola conseguiu sobrepor nas culturas mundias, e que passa de geração a geração.

Coca-Cola - "Com Coca-Cola tudo vai melhor" Anos 60

    Este comercial da Coca-Cola feitos nos anos 60, tinha como publico alvo os jovens da epoca,
mesma epoca em que marcava a rebeldia joven dos anos 60 com Rock, e roupas diferentes,influenciados pelos artistas e cantores da epoca como: Elvis Presley, Beatles, Rolling Stones, Everly Brothers, Merilyn Monroe entre outros.
E no comercial é evidenciado Jovens correndo, pulando e o fundo musical uma melodia ao som de uma guitarra puchando bastante o lado Rock vivido naquela época.


video

quarta-feira, 11 de março de 2015

Aula 3 2015-1 - Anos 1809 a 1910

No Brasil, o surgimento e desenvolvimento da publicidade envolvem fatos pitorescos. Como em outras partes do mundo, em Pindorama era predominantemente oral, com destaque para os pregões dos mascates e ambulantes. 

Segundo Pinho (1998) o primeiro registro oficial de seu emprego é de meados do século XVI, quando a vila de São Vicente (no atual estado de São Paulo) decretou uma postura municipal proibindo os comerciantes de falarem mal dos produtos dos concorrentes. Fonseca (apud Malanga, 1979) relata que, antes de haver jornais no Rio de Janeiro, os anúncios eram lidos pelos padres nas missas, pregados nas portas das igrejas ou recitados nas ruas pelos "cegos das folhinhas" (só os cegos anunciavam nas ruas e podiam vender folhinhas).

Com a vinda da família real portuguesa para o Brasil, em 1808, foi fundada a Impressão Régia, que passou a publicar o primeiro jornal do país, a Gazeta do Rio de Janeiro. Concomitantemente, era fundado em Londres, por Hipólito da Costa, o Correio Braziliense, que circulou clandestinamente no Brasil até 1822. 


Com a Gazeta vieram os primeiros anúncios, que inicialmente não eram cobrados. 


Segundo Pinho (1998), em geral anunciavam-se imóveis, leilões de tecidos e solicitação de serviços. O grande filão daquele século, porém, revela mais um detalhe pitoresco na história da publicidade brasileira: até 1888 foram publicados cerca de um milhão de anúncios de escravos (venda e proclamação de fuga) nos jornais do Rio de Janeiro (Fonseca apud Pinho, 1998)[1]

  Nessa primeira fase, a publicidade era bastante rudimentar em seu aspecto estético, tanto textual quanto visual. Os reclames limitavam-se a informar a disponibilidade de bens e serviços, não tinham a menor preocupação em atrair a atenção dos leitores. 


Apenas com o fortalecimento de uma incipiente classe industrial e mercantil, no final do século XIX, é que a concorrência impulsionou a modernização das práticas comerciais, exigindo a elaboração de peças publicitárias mais ousadas. 

Em 1875, surgiram os primeiros anúncios ilustrados e, em 1896, o primeiro anúncio em duas cores (Figueiredo, 1976). Os "publicitários" dessa época eram artistas, escritores renomados e poetas, que criavam "quadrinhas" para os produtos, cheias de rimas e graças. Isso foi o início do tom irreverente que até hoje marca a publicidade brasileira (Pinho, 1998). Segue um anúncio da época, veiculado nos bondes:




[1] FONSECA. Gondím da. Biografia do jornalismo carioca. Rio de Janeíro: Quaresma, 1941. citado por Pinho (1998).

Exercício para casa:
Procure anúncios irreverentes "ilustrados" dessa época e poste no blog fazendo um comentário a respeito. lembre-se nesta época não tínhamos foto nos anuncios e eles não tinham cores (raríssimos eram coloridos à mão ou em 1 cor)


sábado, 7 de março de 2015

COCA-COLA (ISSO É QUE É) - 1970



Essa propaganda da Coca-cola permaneceu no ar de 1970 até 1975.Com objetivo de popularizar cada vez a marca, a campanha focou diversos aspectos familiares e do cotidiano dos brasileiros.A exaltação á natureza e á paz - Simbolo dos anos 1970 - inspiram esta,que foi considerada,uma das mais felizes campanhas publicitarias da coca-cola-''Isso é que é''.Este slogan seguiu até o final daquela década.Os comerciais retratavam o espirito da época.Foi o tempo das grandes letras,verdadeiros poemas e das grandes produções de rua

quinta-feira, 5 de março de 2015

Campanha Impressa 1945 - Coca Cola




Essa propaganda brasileira com a mulher estrábica é bem engraçada. Nesta época começava na publicidade relacionada com a empresa no Brasil, Eliézer Burlá que acabou como vice presidente mundial da McCam Ericsson e deteve a conta da Coca Cola por 25 anos seguidos.

Imperialismo Cultural

O Imperialismo Cultural se submete a um poder sob o outro, sendo assim, uma dominação política e econômico, de um lugar de forte cultura sob uma pequena região ou um pais pobre. Essa influência cultural só acontece quando essas duas regiões tem muito contato uma com a outra, e dessa forma, a região mais pobre acaba adotando as práticas culturais da região mais rica.

Propaganda da Coca-Cola 

Década de 80


 É uma propaganda da década de 80, ano de 1989, que segue a rota periférica de persuasão, onde é feito o uso de algumas táticas persuasivas, tais como: O uso de vídeos diversos, onde é mostrado várias pessoas felizes, dançando e, é claro, tomando Cola-Cola. Com o uso desses modelos, temos uma ideia de ''retribuição'' obtida, onde se associa com o eu idealizado pelo consumidor. Por fim, é usada o jingle como uma distração, que chama a atenção e ''gruda como um chiclete'' na mente das pessoas. 

COCA COLA - ANOS 70


COCA COLA - ANOS 70

Este comercial foi produzido pela COCA COLA na década de 70 e foi um dos primeiros comerciais em cores produzidos pela marca, que é famosa mundialmente pela seu incrível investimento em marketing. O comercial aponta várias características interessantes, como cenas do cotidiano de todas as classes, música "chiclete" que não sai da cabeça, sorrisos e mais sorrisos na expressão das pessoas e a curiosa suposição implícita de que todos estão trabalhando e se divertindo ao mesmo tempo. Essa imagem aconchegante é a principal forma de propaganda utilizada pela COCA COLA e até hoje se mostra bastante eficiente. 

Veber Prado França

Coca-Cola (Desde 1886) - Imperialismo Cultural

Coca-Cola (Desde 1886)
Um comercial dos anos 80 apresentado por Max Headroom que foi um britânico conhecido por sua sagacidade e gagueira distorcida eletronicamente.
No comercial as pessoas gritam pelo seu nome até que ele aparece e apresenta a "Nova Coca-Cola". Além disso ele chama as pessoas para beberem juntos e fala uma frase do tipo "Junto venceremos".


Imperialismo cultural é basicamente quando um país que foi colonizado por outro começa a ter os mesmos costumes de seu país colonizador e a partir disso cria sua cultura. Um grande exemplo é a nossa língua - o português - que neste caso foi trazido junto com os portugueses na era da colonização brasileira. Sendo assim vemos que nem tudo que existe tradicionalmente é exatamente fruto de algo que começou do zero, mas sim algo que foi trazido por alguém, imposto de forma forçada e a partir disso ela se torna presente naquela cultura.

Igor Calixto

Primeira Propaganda da Coca-Cola no Brasil


              

               Nome da propaganda: Isso faz um bem   
Ano:1955
        Local: Brasil    
                                                                   História da propaganda:   Em 1955 a Coca-Cola lançou o primeiro comercial da marca apresentado na televisão brasileira, intitulado “Coca-Cola faz um bem”. O comercial tinha como tema o samba e Carmem Miranda. O locutor Carlos Henrique anuncia o comercial que é protagonizado pela cantora e atriz Dóris Monteiro. A novidade da bebida que  alegrou o mundo com o seu sabor inusitado chega ao Brasil e nada melhor que apresentar ela ao público com um bom samba nos pés.Um marco histórico para o Brasil  dando a população brasileira a felicidade em um bom gole. A Coca-Cola simbolizou com a suas cores e suas propagandas chamativas na televisão e por isso rendeu um lucro excepcional ao comércio da época e que até hoje e reverenciada pela população. 

A primeira propaganda da coca cola com Papai-Noel (1930)


Os Estados Unidos da America influenciam culturas de todo o globo. Os programas de TV, o cinema hollywoodiano, lojas de fast food e diversos produtos e marcas, acabam sendo as principais ferramentas do imperialismo cultural exercido por este país. Este processo se chama "americanização". 
        E uma marca símbolo dessa "americanização" é a Coca-Cola, que está presente em mais de 200 países. O anúncio acima foi o primeiro que a marca utilizou a figura do Papai Noel, ajudando a levar um símbolo de um festival religioso cristão a culturas que nem são cristãs.


Coca Cola (Família) - Anos 50


Uma propaganda repleta de musicalidade, com um forte apelo popular, representando uma família alegre e com economia, a Coca-Cola apresentava sua garrafa no tamanho "família" onde rendiam quatro copos cheios.
A Coca-Cola chegou informalmente ao Brasil em 1941, por Pernambuco. Nos anos 50 já contava com 11 fábricas espalhadas pelo país. Mas a empresa americana buscava ainda uma forte aproximação com o público brasileiro na época.


Coca-Cola "Isso faz um Bem"


Nome da propaganda: "Isso faz um bem"
Ano: 1952
Autor: Coca-Cola

Objetivo persuasivo  usado nessa propaganda de 1952, foi saciar a sede das pessoas, sem selecionar tipo de pessoas. Usaram como um bom exemplo o esporte, depois de uma boa jogada, nada melhor que uma Coca-Cola pra tomar... "Háááá´isso faz um bem"
Aluna: Joiciane Silva 

Coca-Cola isto faz um Bem

video
 Nome da Propaganda : Isto faz um bem
Ano:1959
Autor:Coca-Cola

Objetivo;  Esse comercial foi uns das mais famosos da época trazendo com ele o slogan: isto faz um bem. Marca publicitária que conquistou milhares de pessoas proporcionando a todos a terem a Coca-Cola na mão e dizer mesmo que a bebida fizesse um bem tirando claramente a sede do tal momento de muito calor, além ajudava na digestão dos alimentos. Esse slogan foi por si só um contribuinte para que outras  empresas de bebidas criassem uma forma de  superá-lo, porém sempre  a coca-cola vinha com elementos que faziam render uma venda fantástica nos estabelecimentos  que  a adquiria. Uma delas foi a criatividade colocando na tv animações que atraiam as pessoas, principalmente as crianças da época.

segunda-feira, 2 de março de 2015

Deliciosa! Refrescante! Emocionante! Revigorante!


Coca-Cola é uma das marcas mais persistente na história. É uma das maiores marcas sobreviventes, e, portanto, considerados entre as empresas mais bem sucedidas. A razão, em parte disso, é a sua forte publicidade e marketing. Coca-Cola sempre confiou em publicidade para promover e comercializar a sua marca, e é por isso que eles estão sempre no topo de seu jogo, por mais de um século! Coca-Cola, de fato, é muito ligada a cultura pop americana, e por não dizer o mundo inteiro.

1800
Foi a data memorável de 08 de maio de 1886, onde tudo começou. John Pemberton vendeu a bebida Coca-Cola pela primeira vez numa lanchonete na Farmácia de Jacob, Atlanta. Posteriormente, ele publicou o anúncio da Coca-Cola em primeiro lugar no Atlanta Journal.


Há pouca criatividade encontrada no primeiro anúncio, apenas algum texto. Nenhuma fonte estilosa, sem imagens, sem truques. O anúncio de jornal mostrou pela primeira vez o slogan da empresa (e, definitivamente, a última) vez: “Deliciosa! Refrescante! Emocionante! Revigorante! ”

Em seguida, John Pemberton colocou o anúncio em um jornal mais longo e mais persuasivo. Ele ainda promoveu a bebida como uma bebida “deliciosa, estimulante, refrescante e revigorante”, mas acrescentou promete mais que a bebida é uma “bebida intelectual”, “bebida de temperança”, “tônico cerebral”, e ainda afirma ser capaz de ‘dor de cabeça, nevralgia, histeria, melancolia “cura e muito mais.


Claro, essas afirmações não são plausíveis, mas cem anos antes não havia organizações de regulamentação da publicidade. Jornais durante esta época estavam cheios de publicidade fraudulenta por médicos charlatões e golpistas. Diferente de hoje.