domingo, 7 de setembro de 2014

A propaganda no Brasil, as primeiras agências


A propaganda começou a evoluir por volta de 1809 na forma de classificado de compra e venda de imóveis e avisos de procuras de escravos fugitivos ou vendido.



  Abaixo está uma publicação, destacando características do escravo, observe a ortografia em 1836.



Ouro-preto. Na typografia da universal.
                                                       ANNUNCIOS

Fugio da catta branca na noite de 12 do corrente um escravo da companhia Brasileira chamado Antônio, Nação Mocambique; idade 26, ou 27 annos, estatura ordinaria, cara comprida, pouca barba, uma orelha furada, com um sinal ou cicatriz ao pé de um olho, bem feito de corpo e acostumado a andar com tropa; levou comsigo a roupa ordinaria da companhia marcada CB150, e tambem um par de calças tintas de brauna; quando fugio tinha pêgas* nos pes, e é provavel que ainda conserve os sinaes das mesmas. promette-se de gratificação a quem o prender a quantia de dez mil réis alem de todas as depezas incorridas até a sua entrega ao annunciante.

                                 Francisco de Paula
                        Ouro - preto 18 de Maio de 1836




Está Publicação é como se fosse o "procura-se" de hoje, onde o Sr. Donos dos escravos fazia o anuncio que o escravo Fugiu e passando características para que as pessoas pudesse identificar o fugitivo, assim oferecendo uma recompensa como mostra a imagem acima, "100U000 Réis de gratificação por cada escravo  e pagão-se todas as despezas que se fizer com elles até serem entregues a seu Sr".



por: Jaderson Rodrigues

Nenhum comentário:

Postar um comentário